Aposentados receberão primeira parcela do 13o salário em agosto

Aposentados receberão primeira parcela do 13o salário em agosto - Dicas pra voce

O governo federal editou decreto que formaliza o pagamento antecipado da primeira metade do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS em agosto. O decreto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira.

De acordo com o texto, o abono anual será efetuado em duas parcelas: a primeira corresponderá a até 50% do valor do benefício e será paga juntamente com os benefícios de agosto; e a segunda corresponderá à diferença entre o valor total do abono anual e o valor da parcela antecipada e será paga juntamente com os benefícios do mês de novembro.

No fim de junho, o governo garantiu a sindicalistas que a primeira parcela do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS seria paga em agosto.

Meirelles afirma que sem teto para gastos impostos devem subir

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que, se o Congresso não aprovar a proposta de criar um teto para os gastos públicos, o país terá escolhido uma opção preocupante e terá um preço a pagar, traduzido por ele como novas rodadas de aumento de impostos e juros mais altos por longo período, o que travará o crescimento.

“O Brasil terá feito uma opção que acho errada, grave, de não controlar a evolução da sua dívida pública, e pagará um preço por isto nos próximos anos”, afirmou, ao defender a aprovação da emenda constitucional que limita o crescimento dos gastos públicos à correção da inflação observada no ano anterior.

“Se não for aprovada, não haverá outra saída, porque nos próximos anos, para financiar este aumento das despesas públicas, só restará aumentar imposto”, disse.

Meirelles também indicou ser contra um novo programa de refinanciamento de dívidas das empresas com o fisco, ao dizer que “a tentativa de atender a todos é que levou à deterioração da situação fiscal e prejuízo de todos”.

O Ministro afirmou que cumprirá a meta de fechar o ano com déficit de R$ 170,5 bilhões, apesar da alta de despesas e da queda das receitas que levaram o governo a rever projeções na semana passada. “Quem viver, verá”, disse.

Após estreia de novo presidente do BC mercado revê inflação

No primeiro relatório Focus, após a estreia da nova cúpula do Banco Central (BC) na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), as projeções do mercado financeiro para a inflação caíram tanto para este ano quanto para 2017.

No Relatório de Mercado, divulgado nesta segunda-feira BC, a mediana para 2017 saiu de 5,30% para 5,29%. Há um mês estava em 5,50%. Para 2016, a redução foi ainda maior, com a mediana passando de 7,26% para 7,21% de uma semana para outra – a taxa estava em 7,29% quatro semanas atrás.

Mercado financeiro

O mercado financeiro começou a semana com cautela e de olho no mercado externo. Cresce a cada dia o temor com a possibilidade de novos atentados, que podem mergulhar o mundo em um período de grande conturbação.

O Ibovespa, principal benchmark da Bolsa de Valores de São Paulo, opera as 11h40 em queda de -0,81%, com 56.537 pontos, enquanto o dólar tem valorização de +0,82%, negociado a R$ 3,28.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *