Oriente suco destrói o mau colesterol, protege o coração e impede o envelhecimento precoce!

   

Junho e julho no Brasil – mormente na Região Nordeste – é tempo de comemoração.

É tempo das festas juninas ou julinas.  

O período coincide com a safra de milho, o que faz com que essas festas tenham mesas repletas de comidas à base do cereal: bolos, pamonha, canjica…

São tantas as delícias que têm o milho uma vez que o substância principal.

Infelizmente, hoje a produção de milho no Brasil é quase toda transgênica.

Mas procurando em mercados alternativos (uma vez que feirinhas de produtos orgânicos) você encontra milho não transgênico e, o melhor, sem pesticidas e outros venenos.

Vale a pena procurar o milho orgânico e até mesmo remunerar mais por ele.

Quer bons motivos?

Lá vai…

O milho é um cereal muito nutritivo.

Ele é rico em aminoácidos uma vez que o triptofano e lisina, além de fósforo, magnésio, ferro, potássio, cálcio, vitaminas A, B1 e E, carboidratos, fibras e muitos outros nutrientes que são capazes de proteger o sistema reprodutor, tonificar os músculos do coração, prometer a potência sexual e ajudar o sistema estomacal.

Ele é antioxidante, ou seja, combate o envelhecimento, atua no sistema nervoso, diminui o colesterol.

O milho ainda previne a fadiga, pois é rico em carboidratos, uma magnífico nascente de pujança.

E quem sofre com prisão de ventre pode incluí-lo em seu cardápio, porque é rico em fibras e garante o bom funcionamento do tripa.

Procure consumir milho fresco, e não em defende, que geralmente tem superior texto de sódio.

Em resumo, os principais benefícios do milho à saúde são:

– prevenção à ação dos radicais livres;

– auxilio ao funcionamento do tripa;

– redução dos níveis do colesterol ruim;

– redução dos níveis de glicose no sangue;

– prevenção de problemas cardíacos;

– nascente de betacaroteno, fibras e vitaminas;

– ajuda a metabolizar gorduras de forma mais rápida;

– prevenção de prisão de ventre.

O milho pode ser consumido de diversas formas: cozido, assado, uma vez que bolo, canjica, pamonha, polenta, cuscuz…

Uma receita simples e muito saborosa é o suco de milho verdejante.

Vamos aprender a fazê-lo?

INGREDIENTES

6 espigas de milho verdejante

2 litros de água de coco (ou de leite de cereais)

3 xícaras (chá) e meia de água

Meia xírosto (chá) de açúcar mascavo ou estévia

MODO DE PREPARO

1. Retire os grãos das espigas cortando com uma faca.

2. Coloque os grãos no liquidificador junto com 4 xícaras (chá) de água de coco ou leite de cereais e 1/2 xírosto (chá) de água.

Roupão até permanecer uma mistura homogênea.

3. Passe pela tamis e coloque numa panela.

4. Adicione o açúcar ou a estévia e ligeiro ao queimada plebeu, sem parar de mexer, por 30 minutos ou até espessar muito.

5. Deixe esfriar e roupão novamente no liquidificador, junto com a água de coco e a água restantes.

Sirva gelado.

Oriente é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um perito. Consulte sempre seu médico.

Manadeira: www.curapelanatureza.com.br

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*