O QUE FAZER QUANDO SE SOFRE UMA PANCADA NA CABEÇA

São comuns, especialmente em crianças, os acidentes com quedas ou ferimentos na cabeça.

Este tipo de choque pode causar diferentes lesões, como cortes e contusões.

O que fazer quando isso acontecer?

Neste post mostraremos como devemos agir diante de uma pancada na cabeça no caso de haver um trauma ou uma fratura de crânio.

Muitas vezes os golpes que causam estas lesões não produzem feridas nem hematomas.

Mas não podemos relaxar.

Pelo contrário, devemos prestar muita atenção a pancadas na cabeça, especialmente no caso das crianças.

Vamos em frente.

Você sabe o que é uma concussão cerebral?

A concussão cerebral é uma lesão que afeta todas as regiões do cérebro e altera temporariamente as suas funções normais, como memória, concentração ou equilíbrio.

A concussão pode ocorrer depois de uma pancada na cabeça.

E os sintomas mais comuns são sonolência, tonturas, vômitos repetidos ou náusea, dor de cabeça e irritabilidade.

Pancadas na cabeça também podem produzir uma fratura de crânio.

Podemos suspeitar de uma possível fratura de crânio quando vemos que a pessoa acidentada tem sangramento pelos ouvidos ou nariz, os olhos estão inchados, apresenta um hematoma considerável, os ossos do crânio cedem ao toque e há vômitos que às vezes podem estar com sangue.

A pessoa também tem dificuldade para conversar, sente tonturas ou desorientação.

Em qualquer caso de forte pancada na cabeça, especialmente se houver a possibilidade da ocorrência de um dos dois casos acima descritos, a primeira coisa a ser feita é levar imediatamente a vítima a um médico ou pronto-socorro.

Mesmo que o diagnóstico seja uma concussão ou trauma que aparentemente não seja grave, devemos estar alertas e observar durante as próximas horas se aparece um ou mais dos seguintes sinais de alarme:

 

– Vômitos persistentes: a maioria das pessoas que sofreram uma concussão cerebral pode apresentar náuseas ou vários episódios de vômitos devido ao traumatismo craniano.

Se os vômitos não cessam ou se repetem com certa frequência, devemos imediatamente informar ao médico ou encaminhar a pessoa para uma emergência.

– Perda de memória: é normal que a pessoa acidentada não se recorde das circunstâncias do acidente e que faça perguntas de forma repetida.

Mas estes sintomas tendem a desaparecer rapidamente.

Se não desaparecerem, será necessária a intervenção de um médico.

– Dor de cabeça: é normal uma ligeira dor de cabeça, que pode se prolongar por dias após o acidente.

Mas não é normal uma forte dor de cabeça, especialmente quando ela não cessa.

DEVEMOS PEDIR IMEDIATAMENTE SOCORRO MÉDICO, QUANDO:

– Se uma pupila estiver mais dilatada que a outra

– Se a visão estiver borrada

– Se apresentar problemas de equilíbrio ou dificuldade para caminhar

– Se não conseguir falar ou fizer isso com dificuldade

– Se tiver convulsões ou se sentir muito nervoso ou agitado

– Se houver uma forte dor de cabeça que não diminui mesmo após o uso da medicação prescrita pelo médico

RECOMENDAÇÕES PARA QUEM SOFREU UM TRAUMATISMO NO CÉREBRO

– Não se expor ao sol nas 24 horas seguintes

– Não tomar nenhum medicamento sem a prévia consulta a um médico

– Ter repouso absoluto, sobretudo não praticar nenhuma ativida física

– Evitar forçar a visão vendo TV ou acessando computadores, tablets ou celulares

– Não consumir bebida alcoólica

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/04/2016/o-que-fazer-quando-se-sofre-uma-pancada-na-cabeca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *